Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Trump vai fazer “tudo” pela paz no Médio Oriente

Presidente pede concessões a ambos os lados.
Marco Fonseca Pereira 24 de Maio de 2017 às 08:45
Donald Trump com o líder da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump com o líder da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump com o líder da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas
Donald Trump
Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump, garantiu ontem que pretende "fazer tudo" pela paz no Médio Oriente, mas não especificou qual é a sua estratégia para reatar o diálogo entre israelitas e palestinianos.

Trump pediu a israelitas e a palestinianos para fazerem concessões e tomarem as "decisões difíceis" necessárias. "Fazer a paz não será fácil, sabemo-lo todos. Ambos vão enfrentar decisões difíceis. Mas com determinação e convicção de que a paz é possível, israelitas e palestinianos podem chegar a um acordo", afirmou.

Trump garantiu ainda que Mahmoud Abbas, líder da Autoridade Palestiniana, com quem se reuniu durante a manhã em Belém, na Cisjordânia, se tinha comprometido a trabalhar em nome da paz.

O presidente não falou no entanto na possível criação de um estado palestiniano, nem na promessa de transferir a embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)