Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Trump denunciou acordo com Cuba decretado por Obama

O presidente dos EUA classificou o regime cubano como 'brutal'.
16 de Junho de 2017 às 19:18
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump

O Presidente norte-americano denunciou esta sexta-feira o acordo com Cuba, promovido pelo seu antecessor, Barack Obama, durante um discurso em Miami, no Estado da Florida, em que criticou o regime cubano, classificando-o como "brutal".

Donald Trump justificou a denúncia do acordo por este "não ajudar os cubanos e enriquecer o regime".

Por outro lado, o ocupante da Casa Branca prometeu: "Agora, que sou Presidente, os EUA vão denunciar os crimes do regime Castro".

Trump apontou ainda o "sofrimento" dos cubanos "durante cerca de seis décadas".

Um dos principais negociadores do acordo durante a Presidência Obama, Ben Rhodes, já criticou a decisão de Trump, considerando que devolve a relação bilateral "à prisão do passado" e dá ao castrismo "uma oportunidade" para se reforçar no poder.

"O instinto de isolacionismo de Trump vai falhar" com o tempo, prognosticou Rhodes, que foi assessor adjunto de Segurança Nacional de Barack Obama, em artigo extenso publicado na revista The Atlantic.

Presidente Casa Branca Cuba Castro Barack Obama EUA política Donald Trump
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)