Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tunísia: 78 mortos e 94 feridos em confrontos

O ministro do Interior tunisino, Ahmed Friaa, revelou esta segunda-feira que os incidentes durante a revolta popular das últimas semanas provocaram 78 mortos e 94 feridos.
17 de Janeiro de 2011 às 20:10

O anterior balanço oficial da rebelião que depôs o presidente Zine El Abidine Ben Ali, divulgado a 11 de Janeiro, três dias antes da fuga para a Arábia Saudita do ex-chefe de Estado, apontava para 21 mortos.

Na altura, a presidente da Federação internacional das ligas dos direitos humanos (FIDH), Souhayr Belhassen, já denunciava pelo menos 66 mortos, na sua maioria vítimas da repressão das forças policiais e paramilitares fiéis a Ben Ali.

No início da revolta, iniciada em meados de Dezembro no centro-oeste do país e que depois alastrou às principais cidades, a polícia utilizou balas reais para tentar conter as manifestações.

Numa declaração transmitida pela televisão estatal, Ahmed Friaa sublinhou que entre as vítimas se incluem "diversos membros" das forças de segurança.

No entanto, não precisou se os agentes foram mortos durante os confrontos com os manifestantes ou se morreram em combates com milicianos armados leais ao antigo presidente, após a sua fuga para a Arábia Saudita.

tunísia vítimas confrontos
Ver comentários