Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Turista russo é assassinado no Rio de Janeiro

Jovem de 17 anos foi baleado várias vezes no litoral do estado carioca.
28 de Setembro de 2013 às 22:48

Danshin Sergey Petrovich, um estudante russo de 17 anos, foi encontrado morto com vários tiros na manhã deste sábado em Maricá, cidade no litoral do estado brasileiro do Rio de Janeiro, a cerca de 90 km da capital carioca. O adolescente estava há apenas dois dias no Brasil, onde pretendia passar férias.

Fonte da Polícia Judiciária de Maricá afirmou ao ‘Correio da Manhã' não poder adiantar informações sobre o caso, pois ainda estavam "a tentar juntar as peças". A esquadra estava lotada com amigos da vítima, russos e brasileiros, e outras pessoas que ainda iriam ser ouvidas para apurar os factos do crime.

O jovem russo tinha chegado ao Brasil na quinta-feira, juntamente com outros cinco amigos do seu país, e estava hospedado na casa de um professor russo residente em Maricá, no Condomínio do Recanto. O corpo do estudante foi encontrado nas margens do Canal da Costa, no bairro Itaipuaçu, com marcas de, pelo menos, três tiros.

Não se terá tratado de morte durante um assalto, visto constarem ainda nos bolsos de Danshin um Iphone 5 e o seu cartão de crédito, além de cigarros e um isqueiro, entre outros pertences. O corpo foi avistado por populares, que alertaram as autoridades.

Ainda de acordo com a fonte policial, Danshin e o grupo de amigos russos e brasileiros estiveram a festejar na noite de sexta-feira, num bar em Maricá, perto de onde o jovem estava hospedado, tendo o grupo regressado ao condomínio por volta das 23 horas. Já depois de o portão da residência ter sido fechado, Danshin Petrovich saiu sozinho, sem que ninguém desse conta, e a partir daí nada mais se sabe.

Apesar de estar a ouvir os depoimentos de quantos puderem ajudar a elucidar o crime, a polícia de Maricá não deve ficar com a investigação a seu cargo. O caso deverá ser posto a cargo da Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro que poderá pedir a intervenção ou, pelo menos, a colaboração da Polícia Federal, visto a vítima ser um cidadão estrangeiro.

Brasil Rússia Danshin Petrovich Rio de Janeiro
Ver comentários