Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Turistas à procura de um escape na ilha chinesa de Hainan acabam sob novo bloqueio devido à Covid-19

"Isto aniquila qualquer sensação de liberdade", diz um turista.
Lusa 13 de Agosto de 2022 às 07:33
FOTO: THOMAS PETER/reuters
Depois de três anos sem sair de Xangai, George Ihan viajou para a cidade tropical de Sanya, no extremo sul da China, para desanuviar dos confinamentos na "capital" económica do país.

O desanuviamento durou pouco: Ihan acabou retido em Sanya, com a família, sem poder sair do hotel, após as autoridades locais terem decretado o bloqueio total da cidade, visando travar um surto de covid-19 que causou mais de 1600 casos no espaço de uma semana.

"Nós decidimos sair de Xangai depois do fim do bloqueio, mas agora estamos arrependidos, frustrados e zangados", descreve à agência Lusa o britânico, de origem turca. "Isto aniquila qualquer sensação de liberdade", diz.

Hainan Xangai George Ihan Sanya China economia negócios e finanças economia (geral)
Ver comentários