Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Turquia: Vendida pelo pai para ser violada

Uma menina turca de 13 anos terá sido vendida pelo próprio pai para ser violada por um empresário da zona sul do país, num negócio fechado e assinado em 2006, no valor de dois mil euros.
4 de Fevereiro de 2012 às 16:54
Caso inacreditável agita país europeu
Caso inacreditável agita país europeu FOTO: D.R.

Uma menina turca de 13 anos terá sido vendida pelo próprio pai para ser violada por um empresário da zona sul do país, num negócio fechado e assinado em 2006, no valor de dois mil euros.

 

A jovem, que hoje conta 19 anos e cuja identidade está limitada às iniciais, a saber, E.Y., tinha 13 anos quando desatou a chorar em plena aula, denunciando o caso que só veio a público.

 

"O homem que me comprou ao meu pai levou-me para um hotel e violou-me", disse E.Y. à professora da sua escola, na província de Antalya.

 

Seis anos passados, o ‘comprador', um empresário da região de nome Usuf A., foi detido e o pai da jovem está a ser investigado. Enquanto ‘o comprador' alega que este tinha tantas dívidas que ameaçava matar a jovem caso não a conseguisse vender, o mesmo não diz ‘o vendedor' que afirma tê-la entregue para que fosse educada e não violada.

 

O contrato, assinado pelas três partes, existe mas a jovem, a receber tratamento psiquiátrico, diz não se lembrar se a assinatura é mesmo sua, tal como não recorda a natureza do acordo  nem sabe precisar quanto tempo viveu com este homem antes de voltar para casa.

menina turca vendida pelo pai violação negócio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)