Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Turquia abre fronteira para combate contra Estado Islâmico

Governo turco recua e permite passagem de curdos para lutar contra o Estado Islâmico.
M.C. e R.R. 21 de Outubro de 2014 às 19:04
Aviação norte-americana bombardeou posições dos jihadistas
Aviação norte-americana bombardeou posições dos jihadistas FOTO: Sedat Suna/EPA

A Turquia anunciou ontem que vai permitir que combatentes curdos atravessem a sua fronteira para aliviar o cerco do Estado Islâmico (EI) à cidade síria de Kobane.

A Turquia, que até agora manteve a fronteira fechada apesar da pressão internacional, considera que com esta decisão, que pode alterar o equilíbrio de forças no campo de batalha, está a cooperar com os EUA e com a coligação no combate aos EI. O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, saudou a decisão, afirmando que seria uma irresponsabilidade não ajudar os curdos na defesa de Kobane.

Também ontem, aviões norte-americanos lançaram armas, munições e material médico sobre a cidade e caças voltaram a bombardear as posições do EI.

As forças curdas já alertaram, no entanto, que esta ajuda não será suficiente para derrotar os jihadistas.

Turquia curdos Estado Islâmico EUA secretário de Estado EUA John Kerry
Ver comentários