Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

UA condena violações dos direitos humanos

A União Africana (UA) condenou esta terça-feira o que considerou serem "graves violações dos direitos humanos" cometidas nas últimas semanas no Quénia, no seguimento da violência registada no país após a realização de eleições presidenciais. A organização pediu ainda a realização de um "inquérito aprofundado" sobre os acontecimentos.
22 de Janeiro de 2008 às 12:52
Os confrontos entre grupos étnicos rivais continuaram esta manhã na capital do Quénia, Nairobi, obrigando a polícia a recorrer ao uso de gás lacrimogéneo para dispersar centenas de manifestantes apoiantes do Presidente Mwai Kibaki.
Recorde-se que a crise política teve início no passado dia 27 de Dezembro com a reeleição de Mwai Kibaki, contestada pela oposição, que alega terem ocorrido fraudes eleitorais. A onde de violência daí decorrente já causou pelo menos 700 mortos e mais de 250 mil deslocados.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)