Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

UE pede um maior controlo dos fluxos de pessoas

Em causa está a crise migratória.
23 de Fevereiro de 2016 às 14:25
Em março, em data ainda a definir, haverá uma nova cimeira UE-Turquia sobre as migrações
Em março, em data ainda a definir, haverá uma nova cimeira UE-Turquia sobre as migrações FOTO: PANTELIS SAITAS/EPA

A União Europeia (UE) apelou esta terça-feira ao abandono, por todos os países envolvidos, de uma abordagem facilitista de deixar passar sem qualquer controlo as pessoas pelos seus territórios, no âmbito da crise migratória.

Numa declaração conjunta divulgada, a presidência holandesa da UE e a Comissão Europeia salientam que "todos os países envolvidos têm a responsabilidade e a obrigação de respeitar as regras europeias ", apelando a que se acabe a abordagem facilitista de deixar passar todos os migrantes, salientando que estas decisões têm repercussões nos países vizinhos.

Na declaração, as duas partes mostram-se ainda preocupadas "com os desenvolvimentos ao longo da rota dos Balcãs e com a crise humanitária que pode desencadear-se em alguns países, especialmente na Grécia", situações que acompanham de perto.

"Apelamos a todos os países e agente ao longo da rota que preparem planos de contingência para responder às necessidades", enquanto a Comissão Europeia se reitera disponível para prestar todo o auxílio necessário, incluindo a coordenação da gestão das fronteiras.

Na quinta-feira, a crise dos refugiados vai ser debatida num conselho de ministros da Administração Interna, em que Portugal estará representado pela ministra Constança Urbano de Sousa.

Em março, em data ainda a definir, haverá uma nova cimeira UE-Turquia sobre a questão.

União Europeia Comissão Europeia migrações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)