Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Última mensagem de Bin Laden divulgada na Internet (COM FOTOS)

O fundador da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, advertiu que não haveria segurança nos Estados Unidos sem segurança na Palestina, numa mensagem áudio gravada antes da sua eliminação por forças norte-americanas no Paquistão e neste domingo divulgada na internet.
8 de Maio de 2011 às 19:59
A notícia da morte de Bin Laden foi acompanhada no Paquistão, onde o líder da al-Qaeda foi morto.
Vários vídeos novos mostram líder da al-Qaeda a ensaiar discursos
Nenhum norte-americano ficou indeferente à morte de Bin Laden.
A al-Qaeda, liderada por Bin Laden, foi a responsável pelos atentados de 11 de Março de 2004 em Madrid, que mataram centenas de pessoas.
A morte de Osama bin Laden foi festejada por muitos norte-americanos.
Bin Laden foi o responsável pelos ataques às Torres Gémeas, que causaram a morte a cerca de três mil pessoas.
O momento histórico em que Barack Obama anuncia aos EUA e ao mundo a morte de Bin Laden.
A imagem da morte de Bin Laden divulgada pelos EUA.
A imagem de Bin Laden está por todos os mercados no Paquistão.
CNN divulgou vídeos com Bin Laden, de barbas brancas, a assistir a noticiários
No duelo contra o terrorismo, Obama derrotou Osama.
Os nova-iorquinos festejaram em Times Square a morte do inimigo número 1 dos EUA.
O antigo presidente dos EUA, George W. Bush, não foi esquecido na hora de celebrar a morte de Bin Laden.
A 8 de Julho de 2005, Londres era alvo dos atenados da al-Qaeda, que vitimaram dezenas de pessoas.
O momento em que Barack Obama anunciou a morte de Bin Laden foi seguido em todo o mundo.
No total, foram revelados cinco vídeos inéditos de Bin Laden, que surge mais envelhecido
Bin Laden via imagens dele próprio com toda a atenção
Foram muitas as pessoas que se deslocaram até à Casa Branca, em Washington, para celebrar a morte de Bin Laden.
Bin Laden era o inimigo número 1 dos EUA, pelos inúmeros atentados que mataram milhares de norte-americanos.
A morte de Bin Laden representa uma importante vitória para os EUA.
A notícia da morte de Bin Laden foi acompanhada no Paquistão, onde o líder da al-Qaeda foi morto.
Vários vídeos novos mostram líder da al-Qaeda a ensaiar discursos
Nenhum norte-americano ficou indeferente à morte de Bin Laden.
A al-Qaeda, liderada por Bin Laden, foi a responsável pelos atentados de 11 de Março de 2004 em Madrid, que mataram centenas de pessoas.
A morte de Osama bin Laden foi festejada por muitos norte-americanos.
Bin Laden foi o responsável pelos ataques às Torres Gémeas, que causaram a morte a cerca de três mil pessoas.
O momento histórico em que Barack Obama anuncia aos EUA e ao mundo a morte de Bin Laden.
A imagem da morte de Bin Laden divulgada pelos EUA.
A imagem de Bin Laden está por todos os mercados no Paquistão.
CNN divulgou vídeos com Bin Laden, de barbas brancas, a assistir a noticiários
No duelo contra o terrorismo, Obama derrotou Osama.
Os nova-iorquinos festejaram em Times Square a morte do inimigo número 1 dos EUA.
O antigo presidente dos EUA, George W. Bush, não foi esquecido na hora de celebrar a morte de Bin Laden.
A 8 de Julho de 2005, Londres era alvo dos atenados da al-Qaeda, que vitimaram dezenas de pessoas.
O momento em que Barack Obama anunciou a morte de Bin Laden foi seguido em todo o mundo.
No total, foram revelados cinco vídeos inéditos de Bin Laden, que surge mais envelhecido
Bin Laden via imagens dele próprio com toda a atenção
Foram muitas as pessoas que se deslocaram até à Casa Branca, em Washington, para celebrar a morte de Bin Laden.
Bin Laden era o inimigo número 1 dos EUA, pelos inúmeros atentados que mataram milhares de norte-americanos.
A morte de Bin Laden representa uma importante vitória para os EUA.
A notícia da morte de Bin Laden foi acompanhada no Paquistão, onde o líder da al-Qaeda foi morto.
Vários vídeos novos mostram líder da al-Qaeda a ensaiar discursos
Nenhum norte-americano ficou indeferente à morte de Bin Laden.
A al-Qaeda, liderada por Bin Laden, foi a responsável pelos atentados de 11 de Março de 2004 em Madrid, que mataram centenas de pessoas.
A morte de Osama bin Laden foi festejada por muitos norte-americanos.
Bin Laden foi o responsável pelos ataques às Torres Gémeas, que causaram a morte a cerca de três mil pessoas.
O momento histórico em que Barack Obama anuncia aos EUA e ao mundo a morte de Bin Laden.
A imagem da morte de Bin Laden divulgada pelos EUA.
A imagem de Bin Laden está por todos os mercados no Paquistão.
CNN divulgou vídeos com Bin Laden, de barbas brancas, a assistir a noticiários
No duelo contra o terrorismo, Obama derrotou Osama.
Os nova-iorquinos festejaram em Times Square a morte do inimigo número 1 dos EUA.
O antigo presidente dos EUA, George W. Bush, não foi esquecido na hora de celebrar a morte de Bin Laden.
A 8 de Julho de 2005, Londres era alvo dos atenados da al-Qaeda, que vitimaram dezenas de pessoas.
O momento em que Barack Obama anunciou a morte de Bin Laden foi seguido em todo o mundo.
No total, foram revelados cinco vídeos inéditos de Bin Laden, que surge mais envelhecido
Bin Laden via imagens dele próprio com toda a atenção
Foram muitas as pessoas que se deslocaram até à Casa Branca, em Washington, para celebrar a morte de Bin Laden.
Bin Laden era o inimigo número 1 dos EUA, pelos inúmeros atentados que mataram milhares de norte-americanos.
A morte de Bin Laden representa uma importante vitória para os EUA.

Na mensagem dirigida ao Presidente norte-americano, Barack Obama, e colocada online por um site islâmico, Bin Laden avisa: "A América não poderá sonhar com segurança enquanto nós não vivermos essa segurança na  Palestina".  

“É injusto que vocês vivam em paz ao passo que os nossos irmãos {[na Faixa] de Gaza vivem na angústia. Em consequência, e com a vontade de Deus, os nossos ataques contra vós vão prosseguir enquanto se mantiver o vosso  apoio aos israelitas", acrescentou, na curta gravação.  

O líder da Al-Qaeda declarou ter querido dirigir aos Estados Unidos uma mensagem através do nigeriano Umar Faruk Abdulmutallab, autor do atentado falhado de 25 de dezembro de 2009 num avião comercial norte-americano, após os do 11 de Setembro de 2001, que fizeram cerca de 3000 mortos.  

"Se as mensagens que vos são endereçadas fossem possíveis por meio de palavras, não teríamos recorrido aos aviões para vo-las dirigir", afirmou. 

"A mensagem que queríamos transmitir-vos através do avião do herói, do combatente Umar Faruk, que Deus esteja com ele, confirma uma mensagem anterior que vos foi bem transmitida pelos nossos heróis do 11 de Setembro",  acrescentou.  

A gravação sonora, que foi colocada online no site islâmico Shamikh1.net, tem uma duração de 1,02 minutos.  

osama bin laden internet terrorismo al-qaeda
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)