Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Um dia inteiro a voar. Concluído primeiro voo sem escalas que liga Nova Iorque a Sidney

Voo fez pela primeira vez a ligação entre as duas cidades separadas por um continente e um oceano.
Correio da Manhã 20 de Outubro de 2019 às 12:07
Boeing 787-9 da companhia Qantas
Tripulação do Boeing 787-9 da companhia Qantas
Boeing 787-9 da companhia Qantas
Tripulação do Boeing 787-9 da companhia Qantas
Boeing 787-9 da companhia Qantas
Tripulação do Boeing 787-9 da companhia Qantas

Já imaginou passar um dia inteiro dentro de um avião em viagem? Foi concluído este domingo o primeiro voo sem escalas que liga Nova Iorque a Sidney num total de 19 horas e 15 minutos a voar. 

A companhia aérea Qantas lançou o voo comercial esta sexta-feira à noite de Nova Iorque e este aterrou na manhã deste domingo em Sidney, Austrália.

O voo fez pela primeira vez a ligação entre as duas cidades. Para trás ficou um continente inteiro e um oceano que separam os dois destinos. 

Como o Boeing 787-9 não tem capacidade para concluir a longa jornada de 16.200 quilómetros com a carga total, o voo transportava apenas 50 passageiros e tripulantes, sem carga. O avião era novo, tendo acabado de sair da linha de montagem da Boeing perto de Seattle.

Como parte do objetivo da companhia de limitar o jet lag e garantir a saúde dos passageiros e da tripulação em voos de longo curso, alguns médicos especialistas estavam a bordo para monitorar os padrões de sono dos passageiros e o consumo de alimentos e bebidas.

A tripulação de quatro membros, que trabalhava por turnos, também usava monitores de EEG (eletroencefalograma) que captavam ondas cerebrais e níveis de atenção.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)