Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia

Milhares protestavam contra o resultado anunciado das eleições presidenciais.
Lusa 10 de Agosto de 2020 às 09:30
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um morto e dezenas de manifestantes feridos em violentos controntos com a polícia na Bieolorrússia
Um homem morreu e dezenas de pessoas ficaram feridas durante as manifestações em Minsk, no domingo à noite, em protesto contra o resultado anunciado das eleições presidenciais na Bielorrússia, que ditou a vitória do atual presidente, Alexander Lukashenko.

A informação sobre a vítima mortal tem como fonte a organização não-governamental de defesa de direitos humanos Viasna da Bieolorrússia. 

 

"Um jovem foi vítima de um traumatismo craniano depois de ter sido atingido por um veículo" das forças da ordem durante as manifestações no centro da cidade, disse a ONG através de um comunicado.


Três mil detidos em protestos noturnos ilegais
Cerca de três mil manifestantes antigovernamentais foram detidos e dezenas ficaram feridos nos protestos de domingo após a divulgação dos resultados oficiais das presidenciais da Bielorrússia, disse esta segunda-feira o governo. 

De acordo com o Ministério do Interior de Minsk, não há registo de vítimas mortais.

"No total, em todo o país, cerca de três mil pessoas foram presas (...) durante confrontos. Mais de 50 cidadãos e 39 polícias ficaram feridos e alguns estão hospitalizados", declarou o ministério em comunicado, frisando que as manifestações "noturnas" não estavam autorizadas nas 33 cidades e localidades do país.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)