Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Vacina da Pfizer é 94% eficaz a reduzir infeções sintomáticas da Covid-19, confirma Israel

Eficácia é transversal a todas as faixas etárias, inclusive a quem tenha mais de 70 anos.
Correio da Manhã 15 de Fevereiro de 2021 às 11:11
Pfizer vacina Covid-19
Pfizer vacina Covid-19
A vacina da Pfizer reduz em 94% as infeções sintomáticas da Covid-19, revela uma investigação levada a cabo pela Clalit, a maior das quatro organizações de serviços de saúde mandatadas pelo Estado de Israel. 

Foram analisados os dados de 1,2 milhão de pessoas - 600 mil das quais receberam a vacinação da Pfizer e as outras 600 mil com um perfil semelhante mas que não foram vacinados.

O estudo descobriu que houve uma queda de 94% nas infecções sintomáticas entre os que foram vacinados e uma queda de 92% na taxa de pessoas gravemente doentes com Covid-19. Esta eficácia é transversal a todas as faixas etárias, inclusive a quem tenha mais de 70 anos.

A vacinação, de segunda dose, que tenha sido feita há sete ou mais dias revelou-se eficaz com uma taxa de 91 a 99%.

"Descobrimos de uma forma inequívoca que a vacinação da Pfizer contra a Covid-19 é mais eficaz na vida real, uma semana após a segunda dose, exatamente como a pesquisa clínica descobriu", revelou Ran Balicer, chefe de inovação da Clalit.

A investigação à eficácia da vacina continua à medida que forem surgindo mais dados.
Covid-19 Pfizer Clalit Estado de Israel questões sociais
Ver comentários