Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Vamos apanhar-te

O presidente norte-americano, George W. Bush, considerou, no seu discurso sobre o quinto aniversário do 11 de Setembro, que a guerra contra o terrorismo é a “luta ideológica do século XXI” e assegurou que se trata um “combate pela civilização”, do qual os EUA não fugirão. Para o líder da al-Qaeda, Osama bin Laden, deixou um ‘recado’ em jeito de promessa: “Vamos apanhar-te.”
13 de Setembro de 2006 às 00:00
“Se não derrotarmos agora os nossos inimigos, os nossos filhos vão enfrentar um Médio Oriente governado por Estados terroristas e ditadores radicais armados com armas nucleares”, afirmou Bush, na defesa da guerra contra o terrorismo, que considerou como “a missão da nossa geração”. “Combatemos para defender o modo de vida das nações livres”, afirmou o presidente no seu discurso à nação, transmitido na segunda-feira à noite, no dia em que se completaram cinco anos sobre os ataques terroristas contra Washington e Nova Iorque.
Bush apelou ainda à união de todos os americanos no apoio a esta guerra, reconhecendo que o “caminho não é fácil”. “Já enfrentámos o mal antes, e derrotámo-lo. Derrotaremos mais este inimigo, protegeremos o nosso povo e faremos do século XXI uma brilhante era de liberdade humana”, prometeu.
Para Osama bin Laden e os seus cúmplices terroristas, a mensagem foi clara e directa. “Onde quer que se escondam, a América vai apanhá-los e trazê-los perante a Justiça”, garantiu.
O presidente norte-americano reconheceu ainda que a América “cometeu erros” no Iraque, mas assegurou que Washington não deixará a tarefa a meio. “Se deixarmos o Iraque para homens como bin Laden, apenas estaremos a encorajar os nossos inimigos. A pior solução seria pensar que, se nos retirássemos, os terroristas nos deixariam em paz. A segurança da América depende do resultado da batalha pelas ruas de Bagdad”, afirmou.
CITAÇÕES
BIN LADEN
"A nossa mensagem para Osama bin Laden e outros terroristas é clara: onde quer que se encontrem, a América vai encontrá-los e trazê-los perante a Justiça"
APELO À UNIÃO
"Para vencer esta guerra será necessário um esforço determinado de um país unido. Devemos pôr de lado as nossas diferenças e trabalhar juntos"
A GUERRA IRAQUE
"A segurança da América depende do resultado da batalha pelas ruas de Bagdad"
LUTA PELA CIVILIZAÇÃO
"A guerra contra o terrorismo é a luta ideológica decisiva do século XXI e a missão da nossa geração. É uma luta pela civilização. Combatemos para defender o modo de vida das nações livres"
TERROR ISLÂMICO
ONU NA 'MIRA'
O jornal britânico ‘The Sun’ afirma que a al-Qaeda tenciona atacar as tropas da ONU no Líbano para destabilizar todo o Médio Oriente. Recorde-se que o ‘número 2’ da organização, Ayman al-Zawhari considerou os soldados da ONU como ‘inimigos do Islão’.
MANUAL
Um verdadeiro ‘manual do terrorismo’, contendo informações sobre como organizar células radicais, está em circulação na Indonésia, noticiou ontem uma revista local. O livro, de 82 páginas, explica como organizar a célula, obter fundos e distribuir tarefas.
5 MIL MORTOS
A CIA calcula que pelo menos cinco mil terroristas tenham sido capturados ou mortos em todo o Mundo desde o 11 de Setembro. Os serviços secretos norte-americanos acreditam ainda que a cúpula da al-Qaeda foi ‘dizimada’ e os seus sucessores estão em fuga.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)