Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Vaticano diz que restos descobertos são muito antigos para serem de jovem desaparecida

Família da jovem Orlandi queria que fossem feitos testes laboratoriais a 70 outros fragmentos encontrados.
Lusa 28 de Julho de 2019 às 20:54
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida
Autoridades abrem túmulos de princesas no Vaticano em busca de jovem desaparecida

Peritos que terminaram este domingo as análises aos restos encontrados em dois ossários do Vaticano concluíram que os ossos encontrados são muitos antigos para serem os de Emanuela Orlandi, uma adolescente desaparecida há 36 anos, anunciou a Santa Sé.

Giovanni Arcudi, o médico-legista responsável pelas análises, "não encontrou qualquer estrutura óssea de um período posterior ao final do século XIX", de acordo com o comunicado do Vaticano.

A família da jovem Orlandi queria que fossem feitos testes laboratoriais a 70 outros fragmentos encontrados, mas Arcudi rejeitou considerando que eram "demasiado antigos".

Emanuela Orlandi Vaticano Santa Sé Giovanni Arcudi
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)