Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Vende virgindade por mais de um milhão e arrepende-se

Pais da modelo descobriram, ficaram "destruídos" e a jovem voltou atrás com a palavra.
23 de Janeiro de 2018 às 17:10

Uma estudante de 18 anos, que pôs a sua virgindade à venda, voltou com a palavra atrás depois de os pais terem descoberto o leilão. A virgindade da jovem chegou a ultrapassar o 1,6 milhões de oferta e tudo decorreria sem problemas, até que a família de Nicole descobriu o que se passava.

Segundo a imprensa internacional os pais da menina ficaram "sem palavras". "O que eu fiz foi estúpido, estou profundamente envergonha e se pudesse voltar atrás não voltava a fazê-lo", admitiu a jovem.

A modelo italiana justificou que decidiu vender a sua virgindade porque queria estudar no Reino Unido e procurou na Internet formas de pagar os estudos.

"Isto foi mais uma brincadeira e eu queria saber se alguém realmente ofereceria tanto dinheiro por isso", justificou ainda a modelo.

De recordar que na altura que Nicole (nome fictício), pôs o anúncio online, a jovem tinha mesmo dito que se os pais descobrissem que iriam ficar "destruídos".

O site do leilão, Elite Models VIP, confirma que as ofertas chegaram aos 1,6 milhões de euros, revelou ainda que contactaram a estudante no sábado passado e que a mesma lhes disse que queria continuar com o leilão e que queria fazer o acordo o mais rápido possível.

"Ela disse-nos que estava muito interessada nesta oferta", revelou o site.

No site estavam a decorrer cinco leilões de mulheres virgens virgens mas Nicole era a que estava a atrair as ofertas mais elevadas.

Se o "acordo" fosse feito, o site afirma que antes da jovem se encontrar com o homem que lhe ia comprar a virgindade, a mesma teria de se submeter a um exame médico para confirmar a veracidade da mesma.  

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)