Venezuela acusa Angelina Jolie de ser espia de Donald Trump

Atriz foi ainda acusada de trabalhar para a CIA.
30.10.18
A atriz Angelina Jolie foi acusada pelo presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, Diosdado Cabello, de trabalhar para a CIA e de ser espia do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

"São agentes do imperialismo, da CIA, o Pentágono e todas essas entidades que o imperialismo tem para colocar uma lágrima que corre pelos rios para que o mundo acredite que tocaram no coração de uma estrela de Hollywood", disse Cabello, num programa de televisão. 

Estas acusações surgem na sequência de a atriz ter ido ao Peru para visitar refugiados venezuelanos, na semana passada.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!