Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Maduro acusa ex-chefe dos serviços secretos de ter coordenado "golpe fracassado" na Venezuela

"Conseguimos provar que foi recrutado pela CIA e que trabalhou como traidor, toupeira e infiltrado", disse o líder venezuelano.
Lusa 11 de Maio de 2019 às 06:30
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela garantiu na sexta-feira ter provas de que o antigo chefe dos serviços secretos venezuelanos coordenou o levantamento militar do passado dia 30 de abril, como inflitrado da CIA.

"Conseguimos provar que foi recrutado pela CIA (serviços secretos norte-americanos), há mais de um ano, e que trabalhou como traidor, toupeira e infiltrado", declarou Nicolás Maduro, num discurso transmitido na televisão estatal.

O líder venezuelano referia-se ao general Manuel Christopher Figuera, chefe do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin), que retirou na semana passada o seu apoio a Maduro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)