Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Organizações venezuelanas pedem a Portugal que desbloqueie 1543 milhões de euros retidos no Novo Banco

Ministério das Relações Exteriores da Venezuela explica que foi entregue "uma carta onde solicitam os bons ofícios do Governo português".
Lusa 3 de Maio de 2019 às 05:11
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco

Dezanove organizações de defesa dos Direitos Humanos e movimentos sociais venezuelanos, foram quinta-feira à Embaixada de Portugal em Caracas, para pedir que o Governo português interceda para que sejam desbloqueados 1.543 milhões de euros retidos no Novo Banco.

Num comunicado enviado à Agência Lusa, o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela explica que foi entregue "uma carta onde solicitam os bons ofícios do Governo português para que sejam desbloqueados 1.543 milhões de euros que foram ilegalmente retidos na entidade financeira Novo Banco".

Na mesma nota, a diretora da Sures, uma associação dedicada ao estudo, educação e defesa dos Direitos Humanos, Lucrécia Hernández, denuncia que "o bloqueio destes ativos têm impedido o pagamento necessário para atender 26 pacientes venezuelanos que se encontram em Itália, à espera de receber tratamento oncológico".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)