Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa

Centenas de pessoas juntaram-se para retirar grupo da habitação da idosa, em Portugalete, Espanha. 
Correio da Manhã 20 de Outubro de 2019 às 11:41
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
Victoria, a mulher de 94 anos salva por vizinhos que se uniram para expulsar 'okupas' e lhe devolver a casa
É caso para dizer que a pressão dos populares deu resultado. Uma idosa de 94 anos ficou desalojada ao ver a sua casa ser ocupada por 'okupas' - invasores que ficam em habitações de outros - e centenas de vizinhos uniram-se para que estes a abandonassem, em Portugalete, Espanha. 

Segundo avança o El País, foram vividas no exterior da habitação cenas de alguma tensão, com centenas de pessoas a mobilizarem-se para o local. As autoridades policiais conseguiram conter o impulso dos vizinhos, indignados com a ação dos invasores, mas houve quem entrasse naquela casa para retirá-los.

De acordo com o mesmo jornal, dois adultos e duas crianças conseguiram entrar na habitação para expulsar os 'okupas'. 

"Tenho de agradecer aos vizinhos deste município, porque sem a ajuda deles isto não seria possível. A polícia estava lá para defender os invasores e não nós, por isso obrigado a todos os vizinhos. Acho que eles entenderam que isto pode acontecer a qualquer um", confessou um dos sobrinhos da idosa, Victoria de Castro.

Victoria também esteve presente nos protestos, tendo sido recebida com aplausos por parte de todos os vizinhos. Gritos, insultos aos invasores, houve de tudo. A idosa chegou ao local acompanhada pela irmã de 97 anos. "Moro aqui desde 1931, quero ir para casa, por favor", admitiu assim que chegou.

Graças à pressão social, os 'okupas' estiveram na casa de Victoria apenas cinco dias. "Obrigado, obrigado a todos", agradeceu o sobrinho da idosa.

Esta não foi a primeira vez que moradores se uniram para expulsar 'okupas' de casas de vizinhos. Recentemente, existiram outros dois casos que aconteceram também no município de Portugalete.

Victoria Portugalete Espanha Victoria de Castro questões sociais interesse humano pessoas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)