Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha

Membros de grupos violentos atacaram os Mossos d'Esquadra com fogo de artifício. Veja as imagens.
Correio da Manhã 17 de Outubro de 2019 às 09:15
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Manifestantes atacam helicóptero da polícia com material pirotécnico na Catalunha
Vários membros de grupos violentos atacaram a polícia espanhola na madrugada desta quinta-feira com cinco tubos de fogo de artifício, que lançaram contra os helicópteros dos Mossos d'Esquadra que sobrevoavam a zona dos protestos na Catalunha. 

Segundo avança o jornal espanhol El Mundo, os manifestantes lançaram também cocktails molotov e garrafas com ácido durante os protestos, para além de destruírem carros e motas.

O terceiro dia de protestos de independentistas na Catalunha, em resposta às condenações de dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência em 2017, esteve até ao fim da tarde desta quarta-feira com um ambiente mais tranquilo. No entanto, durante a madrugada desta quinta-feira, há registo de mais de 80 feridos e 50 detidos, segundo avança o El Español.

No final da noite de quarta-feira houve milhares de pessoas para as ruas e a tensão disparou quando alguns manifestantes começaram a atirar pedras e garrafas com ácido contra a sede do Departamento do Interior da Generalitat, em Barcelona.



Governo espanhol acredita que violência é organizada e coordenada

A porta-voz do governo espanhol, Isabel Celáa, considerou que os elementos violentos envolvidos nos confrontos na Catalunha "não são infiltrados" como disse o presidente da Generalitat, mas sim "jovens catalães" devidamente coordenados.

"São jovens catalães coordenados. O que estão a fazer não se improvisa e os apoios que eventualmente estão a receber são alvo de investigação, neste momento", disse a porta-voz do governo em entrevista à Radio Euskadi.

Celáa acrescentou que a declaração institucional de Torra sobre os confrontos "não convenceu totalmente o Executivo", destacando que se verificaram condenações "mais claras" por parte de outros protagonistas políticos, como a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) e o próprio conselheiro do Interior do governo autónomo catalão, Miquel Buch.

Catalunha Mossos d Esquadra estilo de vida e lazer
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)