Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Vídeo inédito mostra técnicas de tortura na Coreia do Norte

Imagens mostram mulher a ser questionada por alegadamente ter mantido relações sexuais com homens chineses.
Pedro Zagacho Gonçalves 28 de Junho de 2017 às 15:35
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan
Imagens agora reveladas mostram tortura das forças de segurança do regime de Pyongyan

Foram divulgadas na Internet imagens inéditas que mostram como os presos na Coreia do Norte são torturados pelas forças de segurança do regime de Pyongyang.

Um dos vídeos mostra um agente que está a interrogar uma mulher que alegadamente manteve relações sexuais com homens chineses. A mulher está amarrada enquanto o homem lhe pergunta "Fizeste sexo com chineses?". A prisioneira é depois atirada com violência contra as paredes, pontapeada e esbofeteada.

Depois o agente levanta-a pelos cabelos e atira a cabeça da suspeita contra a parede diversas vezes. No local fica uma grande mancha de sangue.

Outro vídeo, que terá sido captado em 2012 e só agora divulgado, mostra um homem que está a ser questionado depois de ter rasgado uma fotografia do ex-líder norte-coreano, Kim Jong Il.

O homem está amarrado e vendado, instalado numa cadeira sem assento. O agente agride-lhe os genitais com uma vara, torcendo e levantando o instrumento para causar mais dor ao prisioneiro.

O detido é depois esmurrado, esbofeteado e pontapeado, antes de cair ao chão. É-lhe ordenado que se levante e que se vire contra a parede, antes de voltar a ser violentamente agredido.

Divulgação dos vídeos após morte de jovem norte-americano prisioneiro na Coreia do Norte

Estas imagens são divulgadas depois de um jovem norte-americano, preso na Coreia do Norte depois de ter roubado um folheto com propaganda do regime de Pyongyang, ter morrido.

Otto Warmbier, de 22 anos, foi condenado a 15 anos de trabalhos forçados pelo Supremo Tribunal norte-coreano em março do ano passado, depois de ter admitido ter roubado um cartaz decorado com uma palavra de ordem de cariz político num hotel em Pyongyang, onde estava hospedado, no âmbito de uma digressão em janeiro de 2016.

O jovem foi libertado há cerca de uma semana, tendo sido encaminhado para os EUA em coma (estado em que estava há mais de um ano), depois de ter contraído botulismo na Coreia do Norte. O jovem acabou por não resistir e morreu.

Ver comentários