Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Violada por padres até engravidar

Dois dias depois de um juiz de Los Angeles aprovar um acordo histórico de quase 480 milhões de euros de indemnizações a pagar pela diocese da cidade a mais de quinhentas vítimas de abusos sexuais, uma delas vem a público contar como foi violada repetidamente durante quatro anos por sete sacerdotes. Rita Milla, hoje com 45 anos de idade, afirma que “os abusos começaram quando tinha 16 anos e prolongaram-se até fazer 20”.
19 de Julho de 2007 às 00:00
Rita quer violadores detidos
Rita quer violadores detidos FOTO: d.r.
“Queria suicidar-me”, declara, lembrando como os padres se encobriam mutuamente, a fim de a usarem como objecto sexual sem entraves, e que só não foi abusada por outros padres “porque preferiam rapazinhos”.
“Para esconder o que tinham feito, mandaram-me para as Filipinas, para ter a minha filha e deixá-la ali, de forma a regressar como se nada se tivesse passado”, conta, com viva emoção na voz, salientando que agora espera que os culpados vão para a prisão, a começar pelo cardeal Roger Mahony, arcebispo de Los Angeles.
Embora os advogados de algumas das vítimas indemnizadas tenham elogiado o arcebispo por ter possibilitado o acordo judicial, outros lembram que só o permitiu no sábado, dois dias antes do início do julgamento do primeiro de 20 processos crime contra a diocese. Até aí, procurou descarregar as responsabilidades em agências de seguros.
Assinale-se que a indemnização atribuída pelo juiz Haley J.. é seis vezes superior à imposta anteriormente a qualquer outra diocese.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)