Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Violaram colega e filmaram

Cinco estudantes, de idades compreendidas entre 13 e 15 anos, estão detidos depois de terem sido formalmente acusados de violar, por várias vezes e durante três meses, uma colega, de 13 anos, aluna do colégio de Chartreux, em Marselha, França, onde todos estudavam.
17 de Dezembro de 2006 às 00:00
As violações, que foram cometidas num edifício perto do colégio e da residência de um dos jovens, foram filmadas pelos telemóveis dos cinco estudantes. Um sexto jovem, após o interrogatório policial, foi posto em liberdade.
Os cinco adolescentes são acusados de violação a menor de 15 anos, fixação e gravação de imagens com carácter pornográfico, posse e divulgação de imagens.
O caso foi descoberto no passado dia 11 quando uma empregada do colégio interceptou um telemóvel que circulava de mãos em mãos entre os alunos, apesar de ser proibido o uso do aparelho nesse estabelecimento de ensino.
De acordo com as primeiras investigações, a jovem, de 13 anos, terá aceite, em Setembro, “uma relação sexual” nas casas de banho do colégio com um dos cúmplices. Contudo, após ameaça de divulgação das imagens, ela terá consentido outras relações sexuais com amigos do primeiro rapaz. A chantagem terá durado três meses, alimentada sempre por novas filmagens por telemóvel e pela sua cópia para um computador portátil.
A vítima e os alegados violadores estudavam no mesmo colégio. Os jovens não possuíam cadastro policial mas eram considerados no colégio como alunos turbulentos. A directora do colégio, Françoise Szenes, descreveu a jovem como sendo “uma boa aluna”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)