Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

VIOLÊNCIA VARRE ESCOLAS DA FLORIDA

Pais, alunos e professores das escolas do estado norte-americano da Florida estão em autêntico pânico face à vaga de violência da última semana em vários estabelecimentos de ensino. O caso mais recente é o de uma aluna de 13 anos que apunhalou uma colega de turma.
8 de Fevereiro de 2004 às 00:00
Os pais abraçam as suas crianças, após a morte de um aluno de 14 anos em Miami
Os pais abraçam as suas crianças, após a morte de um aluno de 14 anos em Miami FOTO: Tim Chapman/EPA
Culminando uma ' semana negra', uma adolescente apunhalou, na passada sexta-feira, uma sua colega em frente à escola secundária Edison Senior High, na sequência de uma discussão que ambas tinham mantido durante as aulas. A vítima, que ficou ferida na face e num braço, encontra-se internada no Jackson Memorial Hospital, em estado considerado estável.
Um outro caso que está a chocar a opinião pública americana ocorreu na escola Elemental Leisure City, onde as autoridades detiveram um menino de onze anos que alegadamente ameaçou, com uma faca, outra criança, de oito.
Uma verdadeira vaga de violência que está a causar alvoroço e mesmo pânico entre os pais, que exigem o reforço do policiamento nas escolas. Ainda na sexta-feira, a polícia deteve um outro estudante, um hispânico de 17 anos, na escola secundária Homestead Senior High. O referido aluno tinha uma pistola carregada no interior do recinto escolar.
VIOLADA?
Na véspera, dois meninos, de 11 e 12 anos, foram acusados de abusar de uma menina de dez na casa de banho da escola primária Royal Palm Elementary, em Lauderhill, no condado de Broward (Miami). Os agressores, que já confessaram o crime, forçaram a criança a tirar a roupa interior, agredindo-a sexualmente. A vítima contou tudo a uma colega de turma, que informou depois a professora.
Mas a "semana negra" na Florida não se ficou por aqui. Logo na terça-feira, um estudante de 14 anos foi encontrado morto na sala de convívio da escola preparatória de Southwood, em Miami. A Polícia foi chamada ao local e manteve professores e alunos 'encerrados' na escola durante várias horas, o que causou grande revolta entre os pais das crianças. A Polícia ainda procede a investigações para tentar apurar qual a causa da morte do aluno.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)