Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

VIRGÍNIA ACUSA ALEGADOS ATIRADORES

Os dois indivíduos detidos na passada quinta-feira sob suspeita de serem os responsáveis por 10 mortos e 3 feridos em três semanas de ataques a tiro furtivo na região da capital federal norte-americana, Washington, foram hoje formalmente acusados por um segundo tribunal da zona.
28 de Outubro de 2002 às 19:56
Os suspeitos
Os suspeitos
Ainda na semana passada, o Estado de Maryland anunciou seis acusações de homicídio em primeiro grau contra os dois suspeitos, John Allen Muhammad, 41 anos de idade, e John Lee Malvo, 17. Hoje, os mesmos suspeitos foram formalmente acusados na Virginia, por tentativa de homicídio, conspiração, terrorismo e acto malicioso (este último no caso de um ataque no passado dia 19, em Ashland, do qual não resultou a morte da vítima).

A detenção dos dois suspeitos deu início a uma luta entre vários círculos judiciais pelo direito de os julgar. Maryland e Virginia, que rodeiam Washington, prometeram tentar aplicar a pena de morte aos suspeitos, apesar de em Maryland estar em vigor uma moratória às execuções

Maryland argumenta que a maior parte dos ataques ocorreu no seu território. Virginia contrapõe que oferece mais garantias de aplicação de pena de morte (86 pessoas condenadas à pena máxima desde 1976, contra três em Maryland). Alabama também deverá avançar com um processo de acusação devido a um homicídio anterior à recente série em Washington (e cuja referência a ele feita pelo atirador mais novo, em contacto telefónico, colocou a polícia na pista certa).

Dois condados do Estado de Virginia – Spotsylvania e Prince Williams – vão também avançar com acusações paralelas. E o Departamento de Justiça ainda não decidiu se apresenta ou não acusações a nível federal.
Ver comentários