Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Vítimas de padres belgas pedem indemnizações

As vítimas dos padres belgas acusados de pedofilia, meio milhar, de acordo com o relatório conhecido sexta-feira, pediram indemnizações à Igreja Católica, de acordo com a agência belga de notícias.
12 de Setembro de 2010 às 16:09
Advogado defende que vítimas têm direito a serem compensadas
Advogado defende que vítimas têm direito a serem compensadas FOTO: Luís Vieira/Record

O advogado de 30 das vítimas, Walter Van Steenbrugge, declarou que os seus clientes procuram justiça pela via civil dado que a maioria dos delitos  prescreveram uma vez que os factos aconteceram nos anos 60, 70 e 80.  

"As vítimas têm direito ao reconhecimento [dos crimes] e a serem compensadas",  disse o advogado ao canal belga RTBF.  

Esta sexta-feira foram apresentadas as conclusões da comissão, dirigida pelo pedopsiquiatra Peter Andriassen, que investigou os abusos sexuais no  seio da Igreja belga revelando que 475 crianças sofreram abusos e 13 dessas se suicidaram. Ao longo de 200 páginas sucedem-se testemunhos de antigos alunos internados em colégios religiosos que foram vítimas de abusos e que denunciaram uma lei de silêncio na cúpula da hierarquia eclesiástica, que conheceria os casos.  

Dois dias depois da apresentação das conclusões, o cardeal belga Godfried Danneels disse sentir-se "chocado" com o acontecido, numa das poucas reacções da Igreja belga.   

A dimensão dos abusos levou mesmo Andriassen a afirmar que este é "o caso Dutroux da Igreja", em referência ao assassino e pedófilo belga Marc Dutroux.

Ver comentários