Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Voo para Lisboa traz portugueses

Os portugueses vão começar hoje a sair da Tunísia, num voo directo para Lisboa, assegurou António Braga, secretário de Estado das Comunidades, reiterando que "nenhum português foi molestado". Apesar disso, alguns cidadãos nacionais insistem que foram abandonados e viram-se forçados a procurar sair do país pelos seus próprios meios.
17 de Janeiro de 2011 às 00:30
O repórter fotográfico francês Lucas Dolega (na foto) foi gravemente ferido por uma granada da polícia
O repórter fotográfico francês Lucas Dolega (na foto) foi gravemente ferido por uma granada da polícia FOTO: EPA

Na ausência da embaixadora em Tunes, por motivo de férias, "o acompanhamento dos portugueses é feito por pessoal diplomático", afirmou o secretário de Estado, "e há um diplomata no aeroporto a cooperar com as pessoas".

Em resposta às críticas de portugueses que se dizem abandonados, o mesmo responsável admitiu problemas motivados pelo encerramento do aeroporto. "Mas a situação está, lentamente, a normalizar", frisou.

Nas ruas de Tunes, a tensão voltou ontem a aumentar, registando--se trocas de tiros com as forças da ordem após a detenção de Ali Seriati, chefe da segurança do deposto presidente Ben Ali. Diz-se ainda que Imed Trabelsi, sobrinho da mulher do presidente, foi assassinado. Entretanto, o repórter fotográfico francês Lucas Dolega está em estado crítico devido a ferimentos sofridos na sexta-feira numa manifestação.

TUNÍSIA TUNES BEN ALI
Ver comentários