Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

'Wikileaks': Obama assina decreto para evitar nova fuga de dados

O Presidente norte-americano, Barack Obama, assinou esta sexta-feira um decreto que visa reforçar a protecção de dados governamentais confidenciais nos Estados Unidos, divulgou a Casa Branca.
7 de Outubro de 2011 às 19:33
Decreto, segundo a Casa Branca, estabelece "reformas estruturais" nas agências federais americanas
Decreto, segundo a Casa Branca, estabelece 'reformas estruturais' nas agências federais americanas FOTO: EPA

A medida tem como objectivo evitar uma nova fuga de informações classificadas, tal como aquela que ocorreu com o portal WikiLeaks.   

O decreto, segundo a Casa Branca, estabelece "reformas estruturais" nas agências federais norte-americanas.  

As entidades passam a ser obrigadas a ter um responsável para supervisionar a área de "partilha e protecção de informações", bem como a estabelecerem um programa de "detenção de ameaças internas".  

A par destas medidas, o decreto prevê a criação de um "comité de direcção" intergovernamental que será responsável pela coordenação dos esforços contra eventuais fugas de informação e pelo cumprimento das normas de segurança, uma espécie de "força de ataque" que irá "desenvolver um programa transversal" para, entre outros aspectos, "reduzir a vulnerabilidade das informações classificadas". 

Estas medidas foram preparadas pela equipa de segurança nacional da Casa Branca "no seguimento da divulgação ilegal pelo [portal] WikiLeaks de documentos secretos durante o verão de 2010" e pretendem "reduzir o risco de futuras fugas", indicou a administração norte-americana, em comunicado. 

Desde 2010, o portal, fundado por Julian Assange, divulgou vários milhares de documentos militares confidenciais sobre a actuação norte-americana no Iraque e no Afeganistão, bem como publicou um total de 251.287 telegramas diplomáticos norte-americanos classificados.  

eua barack obama wikileaks casa branca
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)