Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Xiitas perto da maioria no Iraque

A lista xiita conservadora venceu as eleições legislativas iraquianas, mas não conseguiu maioria absoluta, revelou esta sexta-feira um membro da comissão eleitoral. A Aliança Unida Iraquiana (AUI) obteve 128 dos 275 assentos parlamentares, ficando a dez lugares da maioria, indicou Abdel Hussein al-Hindaoui, pouco antes do anúncio oficial dos resultados das legislativas do passado dia 15 de Dezembro.
20 de Janeiro de 2006 às 14:56
Os resultados, que confirmam as primeiras sondagens à boca das urnas, dão à coligação curda 53 lugares, enquanto a lista sunita da Frente Iraquiana da Concórdia obteve 44 assentos. Por sua vez, a lista do primeiro-ministro Iyad Allawi, xiita laico, conquistou 25 assentos parlamentares e o sunita Salah al-Motlak ficou com 11 lugares. Estes resultados não satisfazem a comunidade sunita que, embora minoritária, dominou o Iraque durante os anos de liderança de Saddam Hussein. Aliás, logo após a divulgação dos primeiros resultados provisórios, a 20 de Dezembro passado, a lista do primeiro-ministro Iyad Allawi e os sunitas contestaram os resultados, ameaçando bloquear a formação do governo.
No entanto, a Missão Internacional para as Eleições Iraquianas anunciaram no passado dia 16 que o escrutínio iraquiano se desenrolou, em geral, à luz das normas internacionais. Os partidos têm agora dois dias para contestar os resultados, seguindo-se depois dez dias para analisar as contestações, após as quais os resultados serão confirmados como definitivos para que o Parlamento possa nomear o Governo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)