Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

É claro que a ausência de Rui Rio, por motivos familiares dolorosos, alterou a natureza da sessão.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 22 de Julho de 2021 às 00:32

Na fase mais crítica da governação, em que vários ministros espalham disparates nas suas áreas, e as sondagens registam as dificuldades de António Costa, eis que o principal confronto parlamentar do ano se transforma num passeio dos alegres para o primeiro-ministro.

É claro que a ausência de Rui Rio, por motivos familiares dolorosos, alterou a natureza da sessão.

Mas a fragilidade do argumentário daqueles que são, objetivamente, os homens do presidente do PSD mostra quão longe está a direita de estruturar uma alternativa ao PS.

E assim o Governo anda à solta, porque não vislumbra o mínimo sinal de alternância. Isso agrava os defeitos do exercício do poder, e esbate-lhe as qualidades.

Eis a grande síntese do estado da nação: o regime está com um problema muito sério.

Esse problema chama-se PSD. 

Postal António Costa política
Ver comentários