Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Pena não haver vacina contra esta lógica irracional em que estamos de novo a mergulhar.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 2 de Dezembro de 2021 às 00:32
Ouçamos com atenção o Presidente Marcelo. O apelo tem sido aqui repetido, mas a gravidade do momento justifica a insistência. Escutemos o Chefe de Estado, que por estes dias tem exercido na plenitude o relevante papel de líder dos destinos coletivos. Atentemos na sua mensagem: não há razão para alarme. E dêmos algum conteúdo prático a este apelo à racionalidade. O relatório de ontem da Covid apontava para 17 mortos. Todas as mortes são mortes a mais, mas comparemos com o relatório da Covid do mesmo dia, 1 de dezembro, há um ano: 72 óbitos. Mais: ontem, 809 internados. Há um ano: 3275. Cuidados Intensivos: ontem, 111 doentes. Há um ano: 521. Há uma diferença abissal. A vacinação salva vidas todos os dias, reduz doentes graves, faz a diferença. Pena não haver vacina contra esta lógica irracional em que estamos de novo a mergulhar.
Intensivos Covid19 saúde política doentes internamentos
Ver comentários