Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Quatro notas sobre o fim da fuga de João Rendeiro.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 13 de Dezembro de 2021 às 00:33
Quatro notas sobre o fim da fuga de João Rendeiro.

1- A PJ fez um brilhante trabalho policial, capturando um fugitivo que arrastava pela lama o orgulho dos portugueses nas suas instituições.

2- Esta captura marca o consulado de Luís Neves, o líder da PJ, que pode ficar na História como o homem que capturou João Rendeiro.

3- Ao dizer que o azar do fugitivo foi haver eleições em janeiro, Rui Rio dá um enorme tiro no pé, e mostra que, na sua conceção, é concebível adequar a captura de um foragido a um ciclo eleitoral. Queria o líder do PSD que a polícia esperasse pela noite eleitoral para agir?

4- Melhor esteve, mais uma vez, Rui Pinto, ao meter pressão sobre a Justiça: se o CM revela que foram caçados 12 cartões de crédito ao ex-banqueiro, agora é preciso seguir o rasto do dinheiro. Nem mais.
Ver comentários