Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Estamos, pelos vistos, a caminho de uma campanha eleitoral à antiga.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 17 de Janeiro de 2022 às 00:33
Bastaram menos de 24 horas para confirmar a segunda grande originalidade desta campanha eleitoral. Depois de a inédita sequência de debates e entrevistas ter mobilizado o auditório televisivo, eis que regressam as multidões à política.

Desde o início da pandemia que o povo andava arredado destas lides. Isso viu-se tanto nas Presidenciais, como nas Autárquicas.

Ontem, do Minho aos Açores, de Évora a Santarém, de norte a sul do País, o calor humano e a moldura das enchentes voltaram a fazer parte das caravanas dos partidos. Até o passeio pelas feiras voltou, prova provada de que a pandemia está mesmo a ser arredada, aos poucos, das nossas preocupações coletivas. Ora, isto é um dado relevante. Porque reduz a influência dos debates televisivos. E porque obriga as máquinas partidárias a mobilizarem-se.

Estamos, pelos vistos, a caminho de uma campanha eleitoral à antiga.
Postal política eleições
Ver comentários