Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Pois bem: CR7 está a acabar. Cada golo e cada jogo podem muito bem ser os últimos.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 30 de Março de 2022 às 00:33
Na vigésima quinta hora, a seleção lá conseguiu o apuramento. Independentemente da classificação que vier a obter, Portugal garantiu também, com a vitória de ontem, que o torneio vai contar com uma lenda eterna do futebol mundial.

Ver Ronaldo hoje em dia desperta em nós a nostalgia dos seus melhores tempos. Desde aquele jogo em Alvalade frente ao Manchester, passando por tudo o que vimos, quase sempre em direto, ele conseguiu alargar a multidão de amantes do futebol em todo o globo. Hoje em dia, Cristiano parece um corpo estranho na seleção, lento, quase imóvel, no meio de uma equipa de prodígios enérgicos. Mas ele é uma garantia de que ganhar o mundial não é um sonho impossível.

Pois bem: CR7 está a acabar. Cada golo e cada jogo podem muito bem ser os últimos.

Desfrutemos, portanto: sabemos agora que Ronaldo vai jogar pelo menos até dezembro.
Ronaldo Postal Portugal desporto futebol
Ver comentários