Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Este formato de cimeira, espécie de Web Summit dos mares, levanta muitas dúvidas sobre a eficácia.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 29 de Junho de 2022 às 00:33
A cimeira da ONU sobre os oceanos já mostrou todo o tipo de folclore que tem aparecido associado a esta fase delicodoce que as Nações Unidas atravessam, sob a liderança de Guterres.

Sob pretexto de analisar o futuro dos oceanos, Lisboa vive um intenso rodopio mediático de atores, estrelas de Hollywood, líderes mundiais e estadistas de diversas estirpes. Claro, não há forma de contestar a importância do tema. Portugal é um dos países cujo destino está intimamente ligado à forma como no futuro conseguiremos explorar esta riqueza. Porém, este formato de cimeira, espécie de Web Summit dos mares, levanta muitas dúvidas sobre a eficácia. Que efeitos práticos terá?

A atração permanente pelo desfile de vaidades ameaça transformar a ONU num poderoso centro de eventos condenado à crescente nulidade diplomática.
Guterres Postal Acimeira ONU Nações Unidas economia negócios e finanças
Ver comentários