Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Vantagem de Costa, no atual quadro político, baseia-se em grande parte na assimetria parlamentar.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 30 de Setembro de 2022 às 00:33
Quem acompanhasse, mesmo que de forma distraída, o debate parlamentar de ontem seguramente que chegaria a uma conclusão simples. A vantagem de Costa, no atual quadro político, baseia-se em grande parte na assimetria parlamentar.

O governo tem a esquerda anulada, arrastando-se num espetáculo confrangedor. Além do PCP, também o Bloco, mesmo sem a ferida do apoio à Rússia, está numa posição dificílima e comete um erro trágico ao não mudar de liderança.

Mas o primeiro-ministro tem à direita um cenário ideal. O Chega e a Iniciativa Liberal aparecem todos os dias em força, enquanto o PSD está reduzido a uma bancada muito frágil. Assim não vai ser fácil conquistar o palco.

Nota final para duas grandes revelações de Costa, ontem à tarde: o chefe de governo garantiu que não trabalha com nenhum cenário de recessão, e que Portugal vai continuar a crescer, mesmo a menor ritmo. Boas notícias.
Postal Costa economia negócios e finanças política parlamento
Ver comentários