Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete postal

Portugal gosta de se comparar com as elites globais. Falar de alterações climáticas e coisas assim.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 9 de Dezembro de 2022 às 00:33
A tragédia que se abateu sobre a Grande Lisboa é fruto dos atrasos de um País pobre e envelhecido, feito de gente que sofre para encontrar a dignidade das condições de vida que o sonho europeu lhes promete. Nem em casa a vítima mortal das cheias podia estar descansada. Vivia numa cave, numa zona urbana em grande parte construída abaixo do nível do mar, fustigada inúmeras vezes, ao longo dos anos, por cheias semelhantes às de quarta-feira à noite. Uma cave num sítio perigoso, da qual nunca se mudaram devido à dificuldade de locomoção, isolados, doentes.

Portugal gosta de se comparar com as elites globais. Falar de alterações climáticas e coisas assim. Na verdade, basta chover um par de horas com mais intensidade, como costuma acontecer no outono ou no inverno, para vir ao de cima a mais profunda miséria nas caves da Nação.
Postal Grande Lisboa País meteorologia questões sociais
Ver comentários
C-Studio