Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Alexandre Pais

Um riso irritante

Susana Pinto tem tanto direito a ser popular como Cristina Ferreira.

Alexandre Pais 19 de Novembro de 2016 às 01:45
Não perco, aos domingos, no ‘Jornal das 8’ da TVI, a rubrica ‘Viagens à minha terra’, com a qual conhecemos os espaços onde algumas figuras públicas vivem ou cresceram. Claro que se o personagem não me interessa ou me é antipático, sigo as melhores práticas e mudo de canal.

Mas existe um ruído perturbador da narrativa do convidado e inimigo dos nossos ouvidos e da boa atenção: o riso intenso da repórter, umas gargalhadas exageradas e de timbre agressivo, que de tão repetitivas se tornam particularmente irritantes.

Susana Pinto, a autora da reportagem, tem o mesmo direito de ser popular pela sua maneira de rir como, por exemplo, Cristina Ferreira - que vence, aliás, qualquer rival nesse campeonato -, como teria de ser reconhecida, sem suporte de imagem, pela voz de cana rachada que o País consagrou, Júlia Pinheiro.

Sim, tem o mesmo direito, o que lhe falta é idêntica capacidade para obter a preferência dos deuses da televisão. Nem todos temos graça, nem todos dispomos de jeito para parecermos engraçados. Susana Pinto assina um trabalho interessante e merece aplausos por isso, mas nada indica que o destino possa, um dia, fazer dela uma estrela. E pela forma como se ri é que não o será com toda a certeza.
TVI Susana Pinto Cristina Ferreira Júlia Pinheiro media televisão
Ver comentários