Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Alfredo Leite

Boas notícias para a aviação

A TAP vai recusar embarcar troféus de caça ou animais em extinção, mas o PAN nada diz.

Alfredo Leite(alfredoleite@cmjornal.pt) 13 de Novembro de 2015 às 00:30
Se pensava viajar com uma barbatana de tubarão na bagagem de mão, com uma cabeça de leão abatido em África ou outro tipo de troféu de caça de gosto igualmente duvidoso vai ter que pensar duas vezes. É que se escolher voar na TAP a carga com tais exemplares passa a ser proibida. A companhia aérea nacional foi a primeira transportadora europeia a recusar embarcar partes de animais ou fauna em vias de extinção, medida que mereceu prontamente os aplausos da PETA, a organização não-governamental que, a partir dos EUA, tenta convencer as linhas aéreas a recusar o transporte daquele tipo de carga. A parte injusta desta meritória iniciativa da TAP – que quando o tema não é aviação até costuma inovar – é ser reconhecida internacionalmente e quase ignorada cá dentro. Logo agora que o PAN tem um deputado que, estranhamente, nada disse sobre esta vanguardista medida de proteção animal.

A outra boa notícia para a aviação nacional vem do Norte do País. Em 2006, o aeroporto do Porto totalizava um tráfego anual pouco acima dos 3 milhões de passageiros contra os mais de 4 milhões do total dos três aeroportos da Galiza. Agora, o crescimento em flecha do movimento em Pedras Rubras colocou o Porto no sexto lugar dos aeroportos peninsulares com 7 milhões de passageiros contra menos de 4 milhões da soma das três aerogares galegas. Até ao final do ano o abismo será ainda mais acentuado, o que está a fazer tocar campainhas de alarme na Galiza. É que os passageiros galegos rumam cada vez mais ao Porto para as suas viagens e o reforço da rede de comboios rápidos ainda vai piorar mais a performance dos seus aeroportos. Portugal fica a ganhar e essa é, para variar, uma boa notícia.
opinião Alfredo Leite
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)