Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Alfredo Leite

Não fique a ver os comboios a passar

Pouco a pouco a CP está a enterrar o 'terceiro-mundismo' que a marcou anos a fio.

Alfredo Leite(alfredoleite@cmjornal.pt) 8 de Julho de 2016 às 01:45
É justo reconhecer o significativo salto de qualidade que o transporte ferroviário deu em Portugal nos últimos anos. O crónico incumprimento dos horários é hoje uma exceção e a limpeza das carruagens passou a ser a regra.

Os comboios são bem mais confortáveis tanto nas ligações urbanas como no longo curso e a informação ao passageiro melhorou consideravelmente em todas as plataformas. Pouco a pouco a Comboios de Portugal está a enterrar o ‘terceiro-mundismo’ que a marcou anos a fio.

É claro que ainda há muito para evoluir, mas pelo que já foi feito até perdoamos à CP por colocar como imagem principal do seu site – onde a compra e gestão de bilhetes é exemplar – uma versão do alfa pendular que não existe. Se a moda pega ainda vamos ver a TAP a explorar na sua página de reservas um Airbus A380 que a companhia não tem nem vai ter tão cedo… À CP desculpamos igualmente a qualidade sofrível da alimentação a bordo e já deixámos de dar importância ao ‘free wi-fi’ que raramente funciona.

Acontece que a ferroviária não está só a preparar o futuro e este ano voltou a lançar a louvável iniciativa ‘Comboio Histórico do Douro’. Apesar da curta duração da viagem, este trajeto reabilitado pela CP leva-nos da Régua ao Tua (e volta) por uma das mais belas paisagens do Mundo e também Património da UNESCO.

É uma bela ideia de verão em que nada parece ter sido deixado ao acaso. Como, por exemplo, fazer o trajeto junto às margens do Douro na cabine do maquinista em troca de um bilhete de 300 euros. Em período de férias é caso para dizer que o melhor mesmo é não ficar a ver passar os comboios.
Portugal CP TAP Airbus A380 Comboio Histórico Douro transporte ferroviário comboios UNESCO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)