Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Alfredo Leite

O reino de Angola

Ação contra nomeação de Isabel dos santos não resultará em nada.

Alfredo Leite(alfredoleite@cmjornal.pt) 4 de Junho de 2016 às 00:30
Momentos antes de ser nomeada pelo pai para presidente da poderosa Sonangol, Isabel dos Santos andou mais ativa no Instagram do que tem sido habitual.

Desta vez, a mulher mais rica de África não publicou fotos mais ou menos íntimas como aquelas com que nos tenta convencer de que é senhora de uma vida normal. Isabel dos Santos brindou os seus muitos seguidores com um provérbio chinês que diz mais ou menos isto: "Seja modesto no discurso, mas excelente na ação."

Como nem todos acreditam que Isabel dos Santos vá mandar na petrolífera angolana por ter competência na ação e recato nas palavras – coisa que por acaso até tem tido – um grupo de juristas em Luanda decidiu analisar a nomeação feita por José Eduardo dos Santos e avaliar a hipótese de a impugnar.

A ação não resultará em rigorosamente nada, mas é um esforço meritório que indicia a tímida multiplicação de vozes contra a oligarquia angolana. Até porque, como diria Isabel dos Santos noutra imagem colocada no Instagram, "a persistência é o caminho do êxito". Principalmente para quem insiste num sucesso amparado por um pai que se perpetua no poder e, sobretudo, quando se perdeu a vergonha.
Angola Sonangol Isabel dos Santos África Luanda José Eduardo dos Santos política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)