Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Álvaro Rodrigues

Uma hora difícil

Há que manter a serenidade e entreajuda dos que trabalham nos tribunais

Álvaro Rodrigues 18 de Outubro de 2014 às 00:30

Numa crónica anterior, escrevi que uma sociedade enferma, padecente de tortuosa crise de valores, não pode nem deve esperar mudanças, na Justiça como noutros campos de atividade primordial, demitindo-se da sua contribuição para tanto.

Os juízes exercem as suas funções com zelo, mas não podem prescindir da contribuição da comunidade para a renovação das mentalidades e avanço nas adversidades.

Vem isto a propósito do colapso do sistema informático Citius, que tantos transtornos tem causado, não só aos que recorrem aos tribunais, como a todos os que com a atividade judicial se relacionam e essencialmente aos profissionais da Justiça, a começar pelos próprios juízes, a quem cabe pronunciar a solução jurídica adequada.

Sem prejuízo do pedido de responsabilidades àqueles que as tiverem, há que manter a desejável serenidade e entreajuda de todos os que nos tribunais trabalham ou com eles se relacionam. Sem ofensas nem críticas gratuitas que em nada contribuem para a solução, mas apenas para o desalento e incrementação do número das dificuldades que já nos atormentam.

política hora difícil
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)