Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

António Magalhães

Eliseu promove instrutores a árbitros

Sumaríssimo a benfiquista abre precedente perigoso.

António Magalhães 26 de Agosto de 2017 às 00:30
Na terça-feira será tomada uma decisão sobre o auto de flagrante delito levantado a Eliseu por causa da entrada sobre Diogo Viana no Benfica-Belenenses. Seja qual for a decisão, está aberto um precedente que me parece perigoso. Não está em causa a justiça de um eventual castigo. Esclareço: a ação de Eliseu era passível de expulsão, indiscutivelmente. O problema que se coloca é este: a partir de agora, a comissão de instrutores da Liga (que deu provimento à queixa apresentada pelo Sporting) terá a obrigação de analisar todos os lances que possam ter aquele enquadramento. É claro que há a esperança que os árbitros e os vídeo--árbitros não deixem passar infrações tão graves como a que Eliseu protagonizou, mas a verdade é que há muitas que não são assinaladas ou não têm a merecida ação disciplinar. Logo, todas essas podem ser reclamadas. Cria-se, pois, a oportunidade para que os clubes façam mais queixas e os ‘juízes’ das comissões e dos conselhos sejam confrontados com a necessidade de avaliar situações de jogo que não foram observadas pelos árbitros ou às quais estes tenham feito vista grossa.

Convenhamos, não deveria ser essa a sua função. Quando há dez anos o sumaríssimo foi regulamentado, estabeleceu-se um critério: partindo do princípio que todos os lances de disputa de bola teriam, obrigatoriamente, de ser vistos pelo árbitro (e, como tal, julgados), apenas aqueles que escapavam à sua visão poderiam cair na alçada do sumaríssimo. Nesta sua nova ‘vida’, parece-me que seria aconselhável recuperar esse critério.

A semana perfeita de um Sporting à Champions
O Sporting nunca tinha ganho por 5-0 em Guimarães e já não fazia cinco golos fora na UEFA há 30 anos (contra o Steaua). Mais do que enxotar fantasmas, criou uma (nova) onda de entusiasmo. Enorme mérito de Jorge Jesus que lançou Bruno Fernandes como às de trunfo.
António Magalhães Opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)