Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

A novela da Caixa

Um ministro de Portugal nunca pode oferecer a ninguém uma coutada que o livre das obrigações legais.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 8 de Novembro de 2016 às 00:31
Um ministro de Portugal nunca pode oferecer a ninguém uma coutada  que o livre das obrigações legais.

Se o ministro das Finanças prometeu ao novo presidente da Caixa Geral de Depósitos uma isenção de entregar as declarações de rendimentos e património no Tribunal Constitucional, ao qual estão obrigados os titulares de cargos públicos e gestores de empresas do Estado, extrapolou os seus poderes.

Desde o início que este governo tratou o dossiê da Caixa Geral de Depósitos como um elefante numa loja de porcelanas. Os cacos e os milhões de euros exigidos aos contribuintes já são demasiados. À nova administração exige-se competência para gerir a Caixa e bom senso para acabar com esta novela.
Armando Esteves Pereira opinião
Ver comentários