Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Assalto no IMI

Este ano o Fisco vai bater um novo recorde com este imposto que reverte para as câmaras.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 30 de Novembro de 2015 às 00:33
Hoje é o último dia para os contribuintes pagarem o IMI, que nos últimos anos se tornou uma renda extra para as famílias.

Este ano o Fisco vai bater um novo recorde com este imposto que reverte para as câmaras. A injustiça é que a generalidade das casas já está avaliada para efeitos tributários a um preço acima do mercado.

Este assalto à carteira não tem muito eco político, porque quase todos os partidos beneficiam. Mas não é ético qualquer cidadão pagar taxa por um valor inflacionado. São proprietários de bens que infelizmente valem menos do que o valor que o Fisco presume. Os proprietários, muitos só no nome, com as casas hipotecadas, estão a ser vítimas de esbulho. 
política orçamento Estado impostos IMI
Ver comentários