Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Os crimes por revelar

Fernando Ulrich, presidente do BPI, considera que o caso GES/BES é muito mais grave do que o do BPN e em entrevista ao ‘Expresso’ disse que "um dia vai ser preciso reunir historiadores, economistas e psiquiatras para perceber isto".

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 9 de Setembro de 2014 às 00:30

Neste lote fazem ainda falta polícias para revelar os crimes de um escândalo que empobrece o País, quer pela fatura financeira, quer pelos danos de imagem provocados pelas perdas de relevantes investidores estrangeiros que confiaram milhões à gestão da família Espírito Santo no BES e no GES.

Este escândalo vai também ter reflexos no prolongamento da triste estagnação económica do País. Nem o mítico Alves dos Reis causou tanto prejuízo, mas esse burlão foi preso. 

Espírito Santo BES Alves dos Reis crime
Ver comentários