Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Subida extra das pensões

Ninguém com consciência social criticará um aumento de 10 euros para quem tem pensões tão baixas.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 18 de Outubro de 2016 às 01:46
O ministro Vieira da Silva reconheceu que em Portugal há demasiada pobreza. De facto, um em cada 5 portugueses está nessa situação, segundo as estatísticas oficiais.

Obviamente que o Estado deve apoiar quem mais precisa e por isso justifica-se a aplicação de condições de recursos nas prestações sociais e nos aumentos extraordinários de reformas.

Ninguém com consciência social criticará um aumento de 10 euros para quem tem pensões tão baixas, mas, dispondo o Estado e a Segurança Social de recursos tão escassos, deve ser apoiado com atualizações extraordinárias quem não tem outros rendimentos ou património. É uma questão de equidade e justiça.
Vieira da Silva Portugal Segurança Social pensões reformas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)