Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

O silêncio sobre o BES

Em Portugal, um assunto tem atualidade apenas durante alguns dias, e depois cai no esquecimento.

Carlos Anjos 26 de Setembro de 2014 às 00:30

Parece que o colapso do maior grupo financeiro do país perdeu atualidade, sendo substituído pelos problemas na Educação, na Justiça, a questão fiscal do primeiro-ministro e as eleições primárias do PS. Estes são os assuntos que fazem manchetes e abrem telejornais. O BES já era. Também existe em Portugal a opinião de que quando as coisas não funcionam a culpa é da Justiça. Assim, a culpa dos problemas no BPN, BPP, BCP, BES não é do regulador, mas da Justiça, que não consegue apurar responsabilidades. Há dois meses, ouvi o governador do Banco de Portugal afirmar que foram cometidas coisas muitos graves no BES, algumas com responsabilidade criminal. Iria haver apuramento de responsabilidades através de uma auditoria forense. Dois meses depois, só silêncio. Necessitamos de respostas: Já terminou a auditoria forense? O que se apurou? Há responsáveis pelo ocorrido? Quais os crimes cometidos? Já foram participados? A resposta a estas questões em nada depende dos atrasos da Justiça.

Portugal Educação BES BPN BPP BCP governador do Banco de Portugal