Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

Segredo de Justiça

Informação é poder e quem a tem deve saber geri-la bem.

Carlos Anjos 9 de Setembro de 2016 às 00:30
Afinal ainda existe segredo de justiça. Os inspetores da PJ, que investigam o triplo homicídio imputado a Dinai Gomes, conseguiram manter em segredo o facto de a mulher deste indivíduo ter estado em Portugal e a enorme possibilidade de as três vítimas terem sido mortas na véspera da sua chegada a Lisboa.

E precise-se que foi a Polícia Federal a divulgar este facto e não a PJ. E porquê o segredo? Porque era importante para a investigação. Ninguém sabia da estada desta mulher em Lisboa. Assim, a PJ investigou todos os passos dela em Portugal sem correr o risco de a informação ser pública e, principalmente, sem Dinai e a esposa saberem aquilo que a Polícia sabia.

Por um lado, como a presença dela em Portugal nunca foi referida, ela estava descansada no Brasil, já que sobre si não havia nenhuma suspeita. Isso fazia com que, sendo ela contactada periodicamente por Dinai, a Polícia Federal podia ter este indivíduo devidamente monitorizado, sem ele desconfiar. Por outro lado, foi a hipótese de o apanhar a mentir e, com isso, colocar-se numa posição ainda mais frágil. Informação é poder e quem a tem deve geri-la bem. E os interesses na Polícia são diferentes dos da informação pública. Andou bem a PJ.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)